3 de dezembro de 2016

O mel (+12 meses)

foto from greenhealthycooking

Olá mamãs e papás!
Cá em casa estamos todos adoentados e por isso não resisto a colocar um excerto deste texto sobre o mel, presente no livro "50 super alimentos portugueses (+10!)" dos nutricionistas e professores Pedro Carvalho e Vitor Hugo Teixeira. Apreciem e decidam o vosso lado: usar ou não usar?

"Numa primeira análise... o mel é apenas água e açúcar, possuindo inclusive valores de vitaminas e minerais não muito díspares do seu homólogo proveniente da cana ou beterraba sacarinas. Mas é precisamente pelo seu tipo de açúcar que o mel se torna especial. O seu alto teor de frutose diferencia o mel do açúcar, devido a um menor índice glicémico e, consequentemente, subidas menos acentuadas dos níveis de glicemia e insulina, fazendo dele um alimento mais apelativo para indivíduos com diabetes numa perspectiva de substituição do açúcar."

E quem é que nunca bebeu o tradicional leite quente com mel? pois parece que tudo tem a sua razão... "... a quantidade de polifenóis deste néctar confere-lhe alguns efeitos interessantes na saúde. Estes fitoquímicos possuem desde logo um efeito antioxidante... O mel possui propriedades antibacterianas (menor potencial causador de cáries em comparação com o açúcar), anti-inflamatórias e antimutagénicas..."

No entanto, para alcançar todos estes benefícios é necessário ingerir quantidades enormíssimas de mel. Mas como o mel continua a ser uma melhor opção que o açúcar. Concluo com a frase final do texto: "mel sim... mas em vez do açúcar" sempre com regra, e se já não utilizavam açúcar não precisam de começar a utilizar o mel!!!

Aproveitam o livro, com muitos mais alimentos a explorar...

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

Sem comentários:

Enviar um comentário