Avançar para o conteúdo principal

Dica: O Iodo!

Olá papás!


Nos últimos dias têm surgido notícias sobre um estudo da Universidade do Porto com resultados preocupantes, mais de metade da população em estudo (cerca de 800 crianças entre os 6 e os 12 anos) tem níveis inadequados de iodo, desta cerca de um terço com deficiência, comprometendo o desenvolvimento cognitivo da criança.

Em 2013 já surgiram recomendação para a suplementação de iodo na gravidez, na altura estava grávida da Clarinha e mesmo com uma alimentação adequada apostei na suplementação, por vontade própria mas também por recomendação médica. Além da suplementação também comecei a usar sal iodado, conseguem encontram no supermercado... com 5g de sal diária (1 c. chá), a dose máxima diária recomendada, as recomendações de iodo são quase atingidas. O sal iodado já é utilizado há algum tempo nos EUA e em países ocidentais, conseguindo eliminar a deficiência em iodo.

exemplo de sal iodado

Tal como diz a investigadora Conceição Calhau o sal iodado é a melhor solução, sendo um ingrediente usado diariamente com a correta legislação seria possível atingir o aporte de iodo necessário com quantidades saudáveis de sal.

Mas enquanto isso não acontece resta-nos recorrer ao melhor medicamento do mundo, a alimentação. Com uma alimentação equilibrada é possível atingir o aporte necessário de todos os nutrientes essenciais à vida. 

Quanto ao iodo, podemos encontrá-lo no sal iodado, como já referi, frutos do mar, como os moluscos, e peixes de água salgada como as sardinhas, salmão, pescada e o bacalhau, mas deve ter atenção à origem do peixe, dê preferência ao peixe do MAR e diminua o de aquacultura. Os peixes de água doce, o leite e os ovos também são fontes de iodo, embora em quantidades menores.

Resumindo, devemos trocar o nosso sal comum por sal iodado (Atenção: o sal deve ser introduzido o mais tarde possível na alimentação dos mais pequenos e sempre depois dos 12 meses!), consumir diariamente peixe (importante equilibrar o consumo de peixe, carne e ovo) e, também, laticínios.

Foi uma boa ajuda? Espero que sim...

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

Comentários

mensagens mais lidas

O Crescimento e o Percentil

Olá mamãs e papás!
Nós papás já ouvimos falar variadíssimas vezes sobre o Percentil (P) do nosso filho, mas será que entendemos o seu significado? No boletim de saúde infantil e juvenil encontrámos uns gráficos de cor azul ou rosa dependendo do género do nosso bebé, estes chamam-se curvas de crescimento infantil e são um indicador importante para acompanhar a evolução do peso e do comprimento do nosso bebé.
Durante os primeiros 12 meses de vida o bebé, em média, triplica o seu peso e o seu comprimento aumenta para o dobro, relativamente ao seu nascimento.
Desde 2013 que Portugal adoptou as recentes curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais próximas da realidade da nossa população.
No boletim de saúde infantil e juvenil, na página 8, temos o gráfico abaixo. No eixo/linha horizontal temos a idade em meses e anos e no eixo/linha vertical temos o peso em quilogramas. As linhas curvas indicam o P, no final de cada uma há um número que o enumera, de baixo para cima,…

Vamos brincar à alimentação! #playtime

Olá mamãs e papás!
Esta semana como já vos tinha dito comemora-se o Dia Mundial da Alimentação, e nesse âmbito a educadora da Clarinha pediu a minha colaboração junto das crianças e também dos pais!
Com os mais pequenos optei por duas atividades simples, com o objetivo de perceberam o certo e o errado e falar um pouco sobre o lanche.
O primeiro jogo é muito simples...
Vão precisar: *2 pratos de papel *molas de madeira *imagens de alimentos
Além da escola também podem trabalhar a alimentação saudável em casa com este jogo bem divertido ;)
O segundo foi uma simples lancheira imprimida em cartolina, na qual as crianças escolhem, recortam e colam o seu lanche saudável dentro de uma seleção de imagens que levei para a escola.
Depois veio a parte com os pais! Já tínhamos falado do lanche com os pequenos e com os graúdos achamos por bem falar sobre o jantar... um workshop rápido com várias dicas, mas que serviu princialmente para esclarecer dúvidas!
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

Bolo de mel e figos #fruta da época

Olá mamãs e papás!
Durante esta semana haverão muitas comemorações, workshops, dicas que irão ouvir e ver devido ao dia que se assinala, o dia mundial da alimentação! Não iria deixar em branco mas hoje deixo-vos apenas uma pequena dica...
Uma alimentação saudável é, também, comer alimentos da época e locais!
Os alimentos da época, mais especificamente, as frutas e vegetais são os mais ricos nutricionalmente, em vitaminas, minerais e antioxidantes. Escolher o que é nosso! Vamos comer o que a nossa terra nos dá... vamos voltar aos hábitos mediterrânicos!
Assim, hoje deixo-vos uma receita simples que podem usar com qualquer fruto da época! Este bolo lembra o bolo de ananás invertido. Quem nunca comeu, fez, ou um familiar trouxe para uma encontro de família?
Pois é... uma bolo delicioso com alguns ajustes que podem fazer com a fruta que têm em casa... eu inspirei-me no bolo de ananás invertido e nesta receita.
Vamos lá então! bolo de mel e figos invertido
(a partir dos 24 meses) ingrediente…