Avançar para o conteúdo principal

Merendas... merendinhas# bolinho


Sempre que escrevo no blog há um princípio sempre presente, que já devem ter percebido! Para mim, como nutricionista e mãe, sal e açúcar não precisam de ser sempre ingredientes na comida dos nossos filhos e da nossa!

Por isso, hoje vou deixar-vos a receita de um bolinho muito bom sem uma grama de açúcar!
Fiz este bolo no domingo para aproveitar umas bananas muito maduras que tinha guardado no congelador... sim no congelador!

Ingredientes:
*4 ovos *2 bananas maduras *1 cháv. chá de farinha de trigo *1 cháv. chá de amido de milho *1 c. chá de fermento *1 cháv. almoçadeira de morangos descongelados 

p.s. também pode adicionar polpa de fruta ou sumo de laranja...

Separe as claras das gemas e bata-as em castelo.
Bata as gemas com as bananas e adicione as farinhas peneiradas, se necessário adicione um pouco da claras em castelo. Depois de incorporada a farinha, envolva as claras com o preparado anterior e no final adicione o fermento, envolva.
Leve ao forno, numa forma com papel vegetal, durante 20 a 30 minutos a 170ºC.
Depois de cozinhado, desenforme e corte no centro, deixe arrefecer.
Por fim, regue as duas metades com o suco dos morangos e coloque os morangos como recheio (pode esmagá-los). 

Sirva com amor!

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha



Comentários

  1. Sou seguidora assidua do blog e gosto mesmo muito das ideas e sugestoes que publica. Podia dizer onde posso encontrar amido de Milho para experimentar este bolo com ar tao delicioso. Obrigada

    ResponderEliminar
  2. Obrigada por ser uma seguidora assídua...
    Quanto ao amido de milho é por exemplo a farinha maisena ou outra semelhante 😜 beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

mensagens mais lidas

O Crescimento e o Percentil

Olá mamãs e papás!
Nós papás já ouvimos falar variadíssimas vezes sobre o Percentil (P) do nosso filho, mas será que entendemos o seu significado? No boletim de saúde infantil e juvenil encontrámos uns gráficos de cor azul ou rosa dependendo do género do nosso bebé, estes chamam-se curvas de crescimento infantil e são um indicador importante para acompanhar a evolução do peso e do comprimento do nosso bebé.
Durante os primeiros 12 meses de vida o bebé, em média, triplica o seu peso e o seu comprimento aumenta para o dobro, relativamente ao seu nascimento.
Desde 2013 que Portugal adoptou as recentes curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais próximas da realidade da nossa população.
No boletim de saúde infantil e juvenil, na página 8, temos o gráfico abaixo. No eixo/linha horizontal temos a idade em meses e anos e no eixo/linha vertical temos o peso em quilogramas. As linhas curvas indicam o P, no final de cada uma há um número que o enumera, de baixo para cima,…

Um presente de Natal #O Pai-Natal chegou mais cedo

Olá papás! Hoje recordamos mais uma receita do blog. A fruta mais uma vez presente, como já tinha dito vamos enriquecer a nossa mesa com sobremesas saudáveis.
Não é nada difícil!
Pai-Natal de Morango
(a partir dos 9 meses)

p.s. para o creme basta adicionar o iogurte ao queijo aos poucos até conseguir uma consistência de chantili ;)
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha 

estou a provar novos alimentos! #o meu primeiro iogurte

Olá papás! Este post é para os bebés mais pequeninos que estão a provar novos alimentos ou vão começar em breve!
O ano passado falei-vos do iogurte de eleição para a Clarinha, aqui, hoje venho marcar mais uma vez essa opinião, se quiserem introduzir o iogurte mais cedo do que os 9 meses, o iogurte ideal é este:

Agora com nova cara, mas o mesmo equilíbrio nutricional, "o teu primeiro pingo doce" é um iogurte que pode ser introduzido a partir dos 6 meses porque a sua base é leite de transição (leite adaptado às necessidade do bebé) e não tem açúcares adicionados, ponto muito importante para os bebés!
Experimentem!
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha