Avançar para o conteúdo principal

O lanchinho da tarde! #bloga8



Olá mamãs e papás! 

Falamos há uns dias sobre os lanches damanhã e hoje relembramos o post no bloga8 sobre os lanches da tarde. Mais 5 exemplos práticos, nutritivos e apelativos! 

Para a tarde o lanche deve ser mais completo e ter três alimentos fontes de diferentes nutrimentos. Proteína, gorduras saudáveis, hidratos de carbono e vitaminas, minerais e fibra. 

Vamos lá começar com 5 exemplos de lanches práticos para a tarde!

banana, pão de girassol com compota sem açúcar, queijo light

Este é um exemplo fez parte dos lanches da manhã e voltamos a repetir porque é um lanche completo, fruta fonte de vitaminas e minerais, pão fonte de hidratos de carbono e fibra e o queijinho fonte de proteína. A água deve estar sempre presente na mochila dos pequenos e deve ser mudada todos os dias!

batido de fruta, marinheiras e iogurte sólido
Duas vezes por semana prepare um batido de fruta e coloque nos pacotinhos reutilizáveis Squeez, assim tem sempre uma opção saudável rica em vitaminas, minerais e fibra. Depois é só completar com um hidrato de carbono, neste exemplo são as marinheiras e com uma fonte de proteína, o iogurte sólido ou liquido que falamos a seguir.

avelãs e amêndoas, banana e tortilhas de arroz com baixo teor de sal
Um lanche que a Clarinha adora principalmente pelos frutos oleaginosos, ricos em gordura saudável, aqui substituem o alimento proteico. Depois mais uma vez, completamos com mais dois alimentos fontes de diferentes nutrimentos.

iogurte líquido, pão integral com compota sem açúcar e manga
Aqui mais um alimento controverso, os iogurtes líquidos. É difícil encontrar um que encha todos os requisitos saudáveis… Eu opto pelos mais pequenos e com menor teor de açúcar. Cá em casa são estes com menos 30% de açúcar adicionado ou os sem lactose com valores de açúcar semelhantes. Tal como o compal essencial não bebe todos os dias, mas são ótimas opções para variar…

frutos oleaginosos, iogurte natural e pão de girassol com compota sem açúcar
O pão na minha opinião é o “enche barriga” por isso pode estar presente na maioria dos lanches, deve ser com cereais integrais e até pode ter sementes, depois completa com o que os pequenos gostam. A Clarinha gosta de poucas opções, compota e manteiga de amendoim, tento variar os sabores da compota para não se tornar monótono… como já vos tinha contado o iogurte natural não é o favorito da Clarinha mas é sempre bom não os deixar esquecer do seu sabor. Depois os frutos oleaginosos, os preferidos da pipoca cá de casa! 

Gostaram destas opções? O que gostariam que falássemos por aqui? Aberta a sugestões! 

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

Comentários

mensagens mais lidas

O Crescimento e o Percentil

Olá mamãs e papás!
Nós papás já ouvimos falar variadíssimas vezes sobre o Percentil (P) do nosso filho, mas será que entendemos o seu significado? No boletim de saúde infantil e juvenil encontrámos uns gráficos de cor azul ou rosa dependendo do género do nosso bebé, estes chamam-se curvas de crescimento infantil e são um indicador importante para acompanhar a evolução do peso e do comprimento do nosso bebé.
Durante os primeiros 12 meses de vida o bebé, em média, triplica o seu peso e o seu comprimento aumenta para o dobro, relativamente ao seu nascimento.
Desde 2013 que Portugal adoptou as recentes curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais próximas da realidade da nossa população.
No boletim de saúde infantil e juvenil, na página 8, temos o gráfico abaixo. No eixo/linha horizontal temos a idade em meses e anos e no eixo/linha vertical temos o peso em quilogramas. As linhas curvas indicam o P, no final de cada uma há um número que o enumera, de baixo para cima,…

estou a provar novos alimentos! #o meu primeiro iogurte

Olá papás! Este post é para os bebés mais pequeninos que estão a provar novos alimentos ou vão começar em breve!
O ano passado falei-vos do iogurte de eleição para a Clarinha, aqui, hoje venho marcar mais uma vez essa opinião, se quiserem introduzir o iogurte mais cedo do que os 9 meses, o iogurte ideal é este:

Agora com nova cara, mas o mesmo equilíbrio nutricional, "o teu primeiro pingo doce" é um iogurte que pode ser introduzido a partir dos 6 meses porque a sua base é leite de transição (leite adaptado às necessidade do bebé) e não tem açúcares adicionados, ponto muito importante para os bebés!
Experimentem!
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

a papa perfeita parte III

Olá papás!

Mais um post sobre papas... em novembro iniciei a busca pela papa perfeita... passei pelas comerciais, aqui, e depois as caseiras, aqui... e hoje vou falar-vos das papasbiológicas... para mim uma papa 5 estrelas!
Vou falar-vos de duas marcas distintas e onde podem encontrá-las, a primeira é a Holle, a papa que desde que conheço uso de várias formas e feitios nos lanches da Clarinha. No seu leque de produtos tem papas lácteas e não lácteas.

As papas não láctea sem glúten, a partir dos 4 meses: flocos de arroz, milho-miúdo, milho-miúdo, 3 cereais, milho e tapioca, puré de abóbora.



E as papas não láctea com glúten, depois dos 6 meses: espelta, semolina (trigo), flocos de aveia, muesli (recomendo após os 12 meses, porque contém polpa de framboesa, potencial alergénico).
Eu preparo-as com leite materno morno ou até com água (70 mL) e depois misturo um iogurte natural ou fruta cozida ou ralada.

A papa láctea sem glúten, a partir dos 4 meses: sorgo. E as papas lácteas com glúten, …