Avançar para o conteúdo principal

nas lancheiras da manhã #bloga8


Olá mamãs e papás!

Hoje recordámos um post que fizemos para o bloga8... lancheiras! 

Quem é como eu e todos os dias perde uns bons minutos pela manhã porque não preparou com antecedência? Vou confessar que isso me acontece mais vezes do que eu gostaria… por isso, adoro ter produtos em casa que encaixam nestes três princípios: Nutritivo, Prático e Apelativo

Se a nossa despensa está recheada de alimentos saudáveis e nutritivos não vamos cair no erro de deixá-los levar para a escola o que não devem! 

Algo bem importante, principalmente para as minhas manhãs de correria é a rapidez de preparação. Entre tirar rapidamente do frigorífico e uma pequena preparação, nada muito complicado. 

Por último, os nossos pequenos têm de gostar, deve ser apelativo ao olhar e ao paladar. Eu tenho sorte porque tenho uma Clarinha que gosta de tudo um pouco, claro que por vezes tenho de me adaptar aos gostos do momento como vão ler mais à frente! 

Vamos lá começar com 5 exemplos de lanches práticos para a manhã!


banana, pão de girassol com compota sem açúcar, queijo light

Este é um exemplo de um lanche completo, que pode ser para uma manhã mais agitada, como no dia da ginástica, mas também para lanche da tarde. A água deve estar sempre presente na mochila dos pequenos e deve ser mudada todos os dias!

marinheiras e iogurte sólido

Este lanche é um bom exemplo da minha adaptação, a Clarinha quando era bebé comeu iogurtes naturais. Com a ida para a escola houve uma adaptação de paladar e hoje come de aromas. Não é algo que me tire o sono, escolho os que têm menor teor de açúcar adicionado e não come este alimento todos os dias, duas a três vezes por semana.


avelãs e amêndoas, maçã e queijo

Um lanche leve que a Clarinha adora! O queijo por vezes volta para casa, mas os frutos oleaginosos e a fruta nunca aparecem! A maça é lavada, cortada e com a ajuda de um elástico mantida juntinha para não escurecer. Um punhado de frutos oleaginosos e o queijinho caso ainda haja alguma fome. 


marinheiras e maça 

Com uma simples troca temos um lanche diferente. Repetimos as marinheiras que a Clarinha adora, mas podem usar outras bolachas sem adição de açúcar (atenção aos adoçantes!) e repetimos a peça de fruta, por acaso é novamente maçã mas pode ser uma pera ou fruta em pedaços.


nozes e macadâmias e Compal essencial 

Já sei, já sei que não é consensual o uso do Compal essencial. Tem menos açúcar do que uma maça, mas não deixa de ser um alimento processado. Não defendo a sua utilização como substituto da fruta mas como um mimo saudável. A Clarinha come muito bem a fruta, mas para variar um bocadinho porque não deixá-la levar um sumo sem adição de açúcar uma vez por semana para a escola? Por outro lado e pela minha experiência, há muitas crianças que não gostam de fruta, ou gostam apenas de banana por exemplo. Começarem a gostar de outras frutas é um trabalho de casa exaustivo, não podemos desistir. O Compal essencial vem ajudar a aumentar o consumo de fruta nesta fase de criação de novos hábitos. A sua utilização fica ao critério dos pais, não sou rigorosa e não proíbo a Clarinha de nada. O importante é a contenção dos alimentos menos bons e uma alimentação rica em nutrientes! 

E ideias para o lanche da tarde querem? Já estão disponível no bloga8, basta acederem aqui...

Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

Comentários

mensagens mais lidas

O Crescimento e o Percentil

Olá mamãs e papás!
Nós papás já ouvimos falar variadíssimas vezes sobre o Percentil (P) do nosso filho, mas será que entendemos o seu significado? No boletim de saúde infantil e juvenil encontrámos uns gráficos de cor azul ou rosa dependendo do género do nosso bebé, estes chamam-se curvas de crescimento infantil e são um indicador importante para acompanhar a evolução do peso e do comprimento do nosso bebé.
Durante os primeiros 12 meses de vida o bebé, em média, triplica o seu peso e o seu comprimento aumenta para o dobro, relativamente ao seu nascimento.
Desde 2013 que Portugal adoptou as recentes curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais próximas da realidade da nossa população.
No boletim de saúde infantil e juvenil, na página 8, temos o gráfico abaixo. No eixo/linha horizontal temos a idade em meses e anos e no eixo/linha vertical temos o peso em quilogramas. As linhas curvas indicam o P, no final de cada uma há um número que o enumera, de baixo para cima,…

estou a provar novos alimentos! #o meu primeiro iogurte

Olá papás! Este post é para os bebés mais pequeninos que estão a provar novos alimentos ou vão começar em breve!
O ano passado falei-vos do iogurte de eleição para a Clarinha, aqui, hoje venho marcar mais uma vez essa opinião, se quiserem introduzir o iogurte mais cedo do que os 9 meses, o iogurte ideal é este:

Agora com nova cara, mas o mesmo equilíbrio nutricional, "o teu primeiro pingo doce" é um iogurte que pode ser introduzido a partir dos 6 meses porque a sua base é leite de transição (leite adaptado às necessidade do bebé) e não tem açúcares adicionados, ponto muito importante para os bebés!
Experimentem!
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha

a papa perfeita parte III

Olá papás!

Mais um post sobre papas... em novembro iniciei a busca pela papa perfeita... passei pelas comerciais, aqui, e depois as caseiras, aqui... e hoje vou falar-vos das papasbiológicas... para mim uma papa 5 estrelas!
Vou falar-vos de duas marcas distintas e onde podem encontrá-las, a primeira é a Holle, a papa que desde que conheço uso de várias formas e feitios nos lanches da Clarinha. No seu leque de produtos tem papas lácteas e não lácteas.

As papas não láctea sem glúten, a partir dos 4 meses: flocos de arroz, milho-miúdo, milho-miúdo, 3 cereais, milho e tapioca, puré de abóbora.



E as papas não láctea com glúten, depois dos 6 meses: espelta, semolina (trigo), flocos de aveia, muesli (recomendo após os 12 meses, porque contém polpa de framboesa, potencial alergénico).
Eu preparo-as com leite materno morno ou até com água (70 mL) e depois misturo um iogurte natural ou fruta cozida ou ralada.

A papa láctea sem glúten, a partir dos 4 meses: sorgo. E as papas lácteas com glúten, …