Avançar para o conteúdo principal

a papa perfeita - parte I

Quando chega o momento de escolher a primeira papa do nosso bebé delineamos vários critérios e depois iniciámos uma caça ao tesouro...

Os meus critérios:
- sem glúten: a partir dos 4 meses; 
- com glúten: depois dos 6 meses, embora existam evidências de benefícios da sua introdução mais precoce, mas isso fica para outro post;
- não láctea: para misturar com o leite habitual do bebé (materno ou artificial);
- não conter mel nem citrinos: está descrito que só devem ser introduzidos aos 12 meses;
- sem adição de açúcar: critério muito difícil de atingir;
- não conter frutas que a bebé ainda não experimentou: papas multifrutos estão fora de questão para já.

Até não são critérios inatingíveis... agora a "caça ao tesouro":

Depois de uma busca em mercados, farmácias e para-farmácias e pesquisa online eis três papas:




Esta encaixa-se perfeitamente nos critérios, sem qualquer adição de açúcar.

Depois temos estas...




Sem adição de sacarose, mas com adição de maltodextrina, um hidrato de carbono de absorção lenta mas que atribui ao alimento um sabor doce... mas depois falo-vos dessa tal maltodextrina no post 4...

Claro que não podemos esquecer as papas caseiras como papa de aveia, papa maisena... que ficam para o post seguinte... e as biológicas no próximo!

E vocês conhecem alguma que se encaixe nos critérios? Pode ser marca branca, Milupa que não encontrei online, ou outra...


Beijinhos da Cláudia e da Clarinha



Comentários

mensagens mais lidas

O Crescimento e o Percentil

Olá mamãs e papás!
Nós papás já ouvimos falar variadíssimas vezes sobre o Percentil (P) do nosso filho, mas será que entendemos o seu significado? No boletim de saúde infantil e juvenil encontrámos uns gráficos de cor azul ou rosa dependendo do género do nosso bebé, estes chamam-se curvas de crescimento infantil e são um indicador importante para acompanhar a evolução do peso e do comprimento do nosso bebé.
Durante os primeiros 12 meses de vida o bebé, em média, triplica o seu peso e o seu comprimento aumenta para o dobro, relativamente ao seu nascimento.
Desde 2013 que Portugal adoptou as recentes curvas de crescimento da Organização Mundial de Saúde (OMS), mais próximas da realidade da nossa população.
No boletim de saúde infantil e juvenil, na página 8, temos o gráfico abaixo. No eixo/linha horizontal temos a idade em meses e anos e no eixo/linha vertical temos o peso em quilogramas. As linhas curvas indicam o P, no final de cada uma há um número que o enumera, de baixo para cima,…

Um presente de Natal #O Pai-Natal chegou mais cedo

Olá papás! Hoje recordamos mais uma receita do blog. A fruta mais uma vez presente, como já tinha dito vamos enriquecer a nossa mesa com sobremesas saudáveis.
Não é nada difícil!
Pai-Natal de Morango
(a partir dos 9 meses)

p.s. para o creme basta adicionar o iogurte ao queijo aos poucos até conseguir uma consistência de chantili ;)
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha 

estou a provar novos alimentos! #o meu primeiro iogurte

Olá papás! Este post é para os bebés mais pequeninos que estão a provar novos alimentos ou vão começar em breve!
O ano passado falei-vos do iogurte de eleição para a Clarinha, aqui, hoje venho marcar mais uma vez essa opinião, se quiserem introduzir o iogurte mais cedo do que os 9 meses, o iogurte ideal é este:

Agora com nova cara, mas o mesmo equilíbrio nutricional, "o teu primeiro pingo doce" é um iogurte que pode ser introduzido a partir dos 6 meses porque a sua base é leite de transição (leite adaptado às necessidade do bebé) e não tem açúcares adicionados, ponto muito importante para os bebés!
Experimentem!
Beijinhos da Cláudia e da Clarinha