6 de novembro de 2014

a papa perfeita - parte I

Quando chega o momento de escolher a primeira papa do nosso bebé delineamos vários critérios e depois iniciámos uma caça ao tesouro...

Os meus critérios:
- sem glúten: a partir dos 4 meses; 
- com glúten: depois dos 6 meses, embora existam evidências de benefícios da sua introdução mais precoce, mas isso fica para outro post;
- não láctea: para misturar com o leite habitual do bebé (materno ou artificial);
- não conter mel nem citrinos: está descrito que só devem ser introduzidos aos 12 meses;
- sem adição de açúcar: critério muito difícil de atingir;
- não conter frutas que a bebé ainda não experimentou: papas multifrutos estão fora de questão para já.

Até não são critérios inatingíveis... agora a "caça ao tesouro":

Depois de uma busca em mercados, farmácias e para-farmácias e pesquisa online eis três papas:




Esta encaixa-se perfeitamente nos critérios, sem qualquer adição de açúcar.

Depois temos estas...




Sem adição de sacarose, mas com adição de maltodextrina, um hidrato de carbono de absorção lenta mas que atribui ao alimento um sabor doce... mas depois falo-vos dessa tal maltodextrina no post 4...

Claro que não podemos esquecer as papas caseiras como papa de aveia, papa maisena... que ficam para o post seguinte... e as biológicas no próximo!

E vocês conhecem alguma que se encaixe nos critérios? Pode ser marca branca, Milupa que não encontrei online, ou outra...


Beijinhos da Cláudia e da Clarinha



Sem comentários:

Enviar um comentário